Está preparado para um novo 7 x 1 que vai te deixar envergonhado (e com razão)?
Se de um lado, a paixão pelo futebol é quase unanimidade entre eles, de outro, a saúde parece passar bem longe das prioridades. É o que mostram as pesquisas.
Da Redação - Publicado: 28/06/2017 - Atualizado: 23/10/2017

Desde a inesquecível eliminação da seleção Brasileira da Copa de 2014 pela Alemanha, pelos insuperáveis 7 x 1, o ‘placar da humilhação’ se tornou sinônimo de situações vexaminosas. “Todo dia um sete a um diferente”, é a expressão que seu ouve.

Neste post, o 7x1 em questão é daqueles de deixar qualquer homem com vergonha. Se de um lado, a paixão pelo futebol é quase unanimidade entre eles, de outro, a saúde parece passar bem longe das prioridades. É o que mostram as pesquisas.

E, sabe como é, a regra é clara: contra números não há argumentos. A vitória é, matematicamente, delas.

Obesidade é maior entre os homens

De acordo com a pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde em abril, 48,5% dos brasileiros enfrentam o sobrepeso. A pesquisa apontou que o sobrepeso é maior entre os homens. Mais da metade deles, 52,6% estão acima do peso ideal, enquanto 44,7% das mulheres sofrem com os quilinhos a mais.

Mulheres 1 x 0 Homens

Homens são maioria entre os fumantes

Segundo a Pesquisa Nacional da Saúde, do IBGE, os homens apresentaram percentual mais elevado de fumantes (19,2%) do que as mulheres (11,2%). A maioria deles entre 55 e 64 anos.

Mulheres 2 x 0 Homens

Homens ingerem mais álcool do que as mulheres

A mesma pesquisa analisou o uso de álcool entre os gêneros. A proporção foi de 36,3% entre homens enquanto, entre as mulheres, foi de 13%.

Mulheres 3 x 0 Homens

Homens são mais sedentários

Dados da pesquisa Vigitel, desenvolvida pelo Ministério da Saúde, mostram que os homens são bem mais sedentários que as mulheres: cerca de 50% deles são inativos. Entre o sexo feminino a taxa é de 30%.

Mulheres 4 x 0 Homens

A expectativa de vida dos homens é menor que a das mulheres

A expectativa de vida das mulheres brasileiras é 7,3 anos maior que a dos homens, segundo os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas).  A expectativa de vida da população feminina chega a 78,6 anos enquanto a masculina atinge 71,3.

Mulheres 5 x 0 Homens

Hábitos alimentares dos homens são piores que das mulheres

Levantamento feito pela Pesquisa Nacional de Saúde 2013 do IBGE apontou que homens comem muito mais carne com gordura e bebem mais refrigerante e leite integral, enquanto as mulheres se destacam no consumo de hortaliças e frutas.

Mulheres 6 x 0 Homens

Homens vão menos ao médico

Não é de estranhar que as mulheres vivam, em média, 7 anos a mais do que os homens. O número de homens que procuram um médico para fazer uma consulta preventiva é 30% menor que o de mulheres. Pesquisa feita no Centro de Referência da Saúde do Homem de São Paulo mostra que 60% dos pacientes chegam ao serviço com doença avançada.

Mulheres 7 x 0 Homens

Consumo de doces é maior entre as mulheres

Ok. Neste quesito os homens saem na frente – mas por pouco! Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde do IBGE o consumo regular de alimentos doces, como bolos, tortas, chocolates, balas, biscoitos ou bolachas doces é maior entre as mulheres (22,4%) que entre os homens (20,9%).

Mulheres 7 x 1 Homens

Saúde